Segundo o banco central, “para esta subida contribuiu o acréscimo de empréstimos, por via, essencialmente, do recebimento da segunda tranche do empréstimo da Comissão Europeia (2,4 mil milhões de euros) ao abrigo do instrumento europeu SURE”.

Os depósitos das administrações públicas aumentaram 1,3 mil milhões de euros, pelo que, líquida de depósitos, a dívida pública aumentou 800 milhões de euros em relação ao mês anterior, para 254,2 mil milhões de euros.

Já em termos homólogos, face a maio de 2020, a dívida pública aumentou em 10,4 mil milhões de euros.

A próxima atualização das estatísticas da dívida pública do Banco de Portugal, relativas a junho de 2021, são divulgadas em 02 de agosto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.