Se forem bem sucedidas, estas serão as primeiras grandes negociações concluídas por empresas americanas desde a decisão de Obama de normalizar as relações com Cuba, em dezembro de 2014. Um porta-voz do Marriott International confirmou à AFP planos para construir hotéis em Cuba, acrescentando que o presidente do grupo hoteleiro, Arne Sorenson, integrará a delegação que acompanhará Obama na sua histórica viagem à Ilha, entre 20 e 22 de março. "Estamos otimistas em que vamos ter sinal verde por parte do governo americano para instalar hotéis da marca Marriott em Cuba", disse Thomas Marder, porta-voz do grupo, que recentemente adquiriu a rede de hotéis Starwood.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.