A firma de auditoria da BDO foi designada administradora e a empresa, sediada em Belfast, na Irlanda do Norte, inicia um processo de falência hoje, terça-feira 6 de agosto, perante o Tribunal Superior de Belfast, informaram vários meios de comunicação britânicos na segunda-feira.

O estaleiro parou de funcionar na segunda-feira e o grupo petroleiro norueguês Dolphin Drilling, matriz da Harland and Wolff [H&W], lutou para encontrar um comprador para o gigante industrial, cujos guindastes amarelos dominaram durante muito tempo a paisagem de Belfast.

A H&W, que empregava mais de 30 mil pessoas no início do século XX, atualmente tinha apenas 130 trabalhadores, muitos dos quais demonstraram nos últimos dias tentar salvar os seus empregos pedindo uma intervenção do governo.

Uma verdadeira instituição na Irlanda do Norte, o estaleiro sofreu um declínio ininterrupto nas últimas décadas. Estabelecido em 1861, construiu o famoso transatlântico Titanic, que afundou em abril de 1912, durante a sua viagem inaugural da Grã-Bretanha para Nova Iorque, matando mais de 1.500 dos seus 2.200 passageiros.

O estaleiro também construiu cerca de 150 navios militares durante a Segunda Guerra Mundial.

Posteriormente, a empresa afastou-se da construção naval e até há pouco tempo trabalhava principalmente em projetos de energia eólica e de engenharia naval.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.