O jogador natural das Caldas da Rainha, 174.º classificado no ‘ranking’ ATP, superou Majchrzak, que figura na 129.ª posição da hierarquia mundial, em três renhidos ‘sets’, com os parciais de 6-4, 6-7 (5-7) e 6-1, ao fim de duas horas e 23 minutos.

Após ter entrado mal no encontro e da desvantagem inicial (0-3), o tenista português, de 26 anos, conseguiu recuperar com ‘breaks’ nos quinto e sétimo jogos para passar para a frente do marcador.

Na segunda partida, Frederico Silva, que esteve a servir no 5-4 para fechar, deixou-se quebrar e acabou por ceder no ‘tie-break’, adiando a decisão do encontro para o terceiro ‘set’.

Na hora de todas as decisões, o jovem caldense revelou-se superior ao sexto cabeça de série e, com duas quebras de serviço, vai discutir com o australiano Marc Polmans (147.º ATP), que venceu hoje o italiano Roberto Marcora, por 7-6 (7-4) e 6-2, o acesso aos quartos de final do torneio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.