“O montante de investimento em causa ascende a cerca de 23,5 milhões de euros, prevendo-se com este projeto o alcance pela sucursal da Natixis em Portugal, no ano de 2026, de um valor de vendas e prestação de serviços de cerca de 317,1 milhões de euros e de um valor acrescentado bruto de cerca de 240,7 milhões de euros, ambos em valores acumulados desde 01 de janeiro de 2017”, lê-se no despacho de 05 de março, publicado hoje em Diário da República.

Segundo o diploma, o Governo aprova a minuta do contrato de investimento, a celebrar entre a Natixis e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), que visa a criação e equipamento de um centro tecnológico na região metropolitana do Porto para a prestação de serviços de Tecnologia de Informação (TI) e para o desenvolvimento de soluções tecnológicas para o grupo BPCE – Banque Populaire & Caisse d’Epargne, nomeadamente para os segmentos de ‘retail', ‘corporate and investment banking’, ‘central functions’ e ‘infrastructure & security’.

“Este projeto contribui para a dinamização económica da região, através da criação líquida de 427 novos postos de trabalho, correspondentes na sua totalidade a emprego altamente qualificado, bem como da criação de cerca de 98 novos postos de trabalho indiretos, sobretudo nas empresas prestadoras de serviços de TI à Sucursal da NATIXIS em Portugal”, lê-se no texto do diploma assinado pelo ministro da Economia, Caldeira Cabral, e pelo secretário de Estado da Internacionalização, Brilhante Dias.

Segundo acrescenta, o projeto tem um “impacto significativo nas atividades a montante da cadeia de valor, essencialmente nas PME [pequenas e médias empresas], contribuindo para o incremento de relações com um conjunto de empresas, quer as fornecedoras de mobiliário, material de escritório e equipamento tecnológico, quer as prestadoras de serviços de transporte e técnicos, muitas delas localizadas na região Norte do país”.

Adicionalmente, “o projeto contribui significativamente para o aumento das exportações nacionais na medida em que a totalidade do volume de negócios da sucursal em Portugal da Natixis corresponde à prestação de serviços para o mercado de França”.

Inaugurado oficialmente no passado dia 07 pelo primeiro-ministro, António Costa, o centro tecnológico da Natixis no Porto cujos incentivos financeiros foram agora aprovados está já em operação há cerca de um ano.

No dia da inauguração oficial, a responsável da Natixis para Portugal, Nathalie Risacher, anunciou que o banco de investimento pretende reforçar até final de 2019 dos atuais 300 para 640 o número de trabalhadores no centro de competências do Porto, mas “não tem planos” para abrir atividade comercial em Portugal.

“Por agora só temos aqui o setor de IT

. O banco Natixis tem alguma atividade em Portugal, mas normalmente opera a partir dos escritórios de Madrid ou de Paris. O que estamos a implementar no Porto são funções de suporte do banco a nível mundial e não há planos para termos atividade comercial de banca de investimento em Portugal”, afirmou a responsável da Natixis para Portugal.

Já o presidente do Conselho de Administração da empresa, Laurent Mignon, assegurou que “Portugal foi uma escolha óbvia para criar um centro de ‘expertise’ e tecnologias de informação” da Natixis, dado o “ambiente de inovação e empreendedorismo”, que “encaixa no DNA” da empresa.

“Há aqui uma cultura óbvia de ajustamento [a diferentes culturas e nacionalidades], o que é importante para nós porque somos uma companhia verdadeiramente internacional”, salientou, destacando que outro fator de atratividade foi a elevada qualificação dos quadros do país.

A Natixis é a divisão internacional de banca empresarial e de investimento, gestão de ativos, seguros e serviços financeiros do Groupe BPCE – Banque Populaire & Caisse d’Epargne, atualmente o segundo maior grupo bancário em França, com presença em 38 países.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.