“Quero aqui assumir que, apesar de termos de acompanhar o aumento universal do preço dos combustíveis, mantermos o diferencial [nos Açores o valor é inferior relativamente ao continente,] pela aposta na neutralidade fiscal”, disse José Manuel Bolieiro.

O presidente do Governo Regional falava aos jornalistas no Palácio da Conceição, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, após uma primeira reunião com representantes económicos sobre medidas relativas ao impacto na região da guerra na Ucrânia, lembrando que, nos Açores, a atualização do preço dos combustíveis é feita “ao fim de cada mês”.

“Apesar do aumento ter ocorrido no continente, nos Açores não ocorreu. Como habitual é ao fim de cada mês. Estamos a trabalhar para assegurar o diferencial através de um critério de neutralidade fiscal”, disse, antecipando para “breve” medidas relativamente a esta matéria.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.