Já o resultado líquido do terceiro trimestre foi positivo, situando-se na ordem dos 144 mil euros, "invertendo a tendência recente de resultados trimestrais negativos", conforme destacou a entidade liderada por José Félix Morgado no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Quanto ao prejuízo no acumulado dos primeiros nove meses do ano, o Montepio sublinhou que o mesmo se deve aos "impactos específicos ocorridos no primeiro semestre, relacionados com os custos com o processo de redimensionamento da estrutura operativa, com as contribuições sobre o setor bancário para o Fundo Único de Resolução e para o Fundo de Resolução Nacional e com perdas em investimentos financeiros".

E realçou: "Antes destes impactos, o resultado líquido dos primeiros nove meses de 2016 fixou-se em 22,6 milhões de euros".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.