A informação disponível no 'site' do regulador, liderado por Fátima Barros, dá conta de que em doze chamadas telefónicas efetuadas para o centro de atendimento telefónico ('call center') com o número 16130, a NOS Madeira Comunicações "não disponibilizava no menu inicial uma opção relativa ao cancelamento do serviço".

Constituindo este facto "uma violação" da lei, o regulador aplicou uma coima de 1.000 euros à Nos Madeira, a 30 de novembro, uma decisão que "a arguida não impugnou", tornando-se então "definitiva".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.