O prazo para a entrega do IRS foi alargado em mais um mês, mas os dados disponíveis indicam que são cada vez mais os contribuintes que aproveitam os primeiros dias da entrega para submeterem a sua declaração, procurando desta forma antecipar a chegada do reembolso.

Até às 18:00 de hoje o Portal das Finanças registou a entrada de 569.026 declarações de IRS, o que corresponde a mais 183.571 do que o número registado até ao final do segundo dia da campanha do IRS em 2018.

De acordo com os dados do Ministério das Finanças, mais de metade das declarações já entregues são de contribuintes abrangidos pelo IRS automático.

No total foram submetidas 291.113 destas declarações automáticas, o que corresponde a mais 63.935 do que nos primeiros dois dias de entrega de 2018.

As regras do IRS automático permitiram-lhe chegar no ano passado a três milhões de pessoas, mas a taxa de utilização deste automatismo ficou aquém do esperado.

Este ano, com o seu alargamento aos contribuintes com Planos de Poupança Reforma, o universo potencial aumentou para 3,2 milhões de pessoas.

Em entrevista à Lusa, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais referiu que o prazo médio do reembolso no IRS automático foi, no ano passado, de 11 dias e a expectativa é que este ano esse prazo se mantenha.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.