"Em 2017 será mantida a prioridade de reforçar a proteção e a confiança dos consumidores, designadamente através da implementação do livro de reclamações eletrónico e do reforço dos mecanismos de acesso à justiça, com a consolidação da resolução alternativa de litígios de consumo", refere o relatório que acompanha a proposta do OE2017.

Para o efeito, o executivo conta com a "análise e adoção das recomendações que venham a ser propostas ao Governo pelo grupo de trabalho da resolução alternativa de litígios de consumo", criada em maio último.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.