Em comunicado, a Estoril-Sol indica que o Casino do Estoril distribuiu, durante o ano de 2016, pelos frequentadores dos seus espaços de jogo, um valor global de prémios pagos superior a 265 milhões de euros (em rigor são  265.238.218 euros) ou seja mais 10.186 milhões de euros que no período homólogo de 2015.

“Com uma elevada taxa de devolução de prémios, o Casino Estoril distribuiu, apenas nas áreas reservadas às máquinas automáticas, uma média diária que ultrapassou os 726 mil euros”, adianta a empresa.

Segundo a empresa, no ano passado, o Casino Estoril atribuiu 41 jackpots de valor superior a 15 mil euros.

Durante a época de Natal foram, de acordo com a Estoril-Sol, distribuídos 23.239.282 euros em prémios.

Se os prémios para os jogadores são bons, a "casa" também não se pode queixar. Pelo contrário. O grupo Estoril-Sol registou no final do terceiro trimestre de 2016, resultados líquidos de 6,2 milhões de euros, ou seja quase três vezes mais do que os 2,4 milhões registados no período homólogo de 2015. O EBITDA (resultados antes de juros e impostos) cresceu 10,8%, totalizando 24,5 milhões de euros. E a principal razão desta melhoria dos resultados do grupo deve-se precisamente às receitas do jogo que começaram a crescer em 2015 e assim continuaram em 2016. Durante os primeiros seis meses de 2016 as receitas brutas de jogo do Grupo Estoril-Sol cresceram 3% e totalizaram 138,7 milhões de euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.