O rácio da dívida pública da zona euro foi, no terceiro trimestre, de 90,1% do Produto Interno Bruto (PIB), um recuo face aos 91,2% registados entre abril e junho e aos 91,5% do período homólogo.

No conjunto dos 28 Estados-membros da UE, a dívida pública foi de 83% do PIB, abaixo dos 85,9% homólogos e dos 84,2% do trimestre anterior.

Entre julho e setembro de 2016, a Grécia registou a dívida mais elevada (176,9%), seguindo-se Portugal (133,4%) e a Itália (132,7%), enquanto os valores mais baixos se observaram na Estónia (9,6%), no Luxemburgo (21,5%) e na Bulgária (28,7%)

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, face ao terceiro trimestre de 2015, 11 Estados-membros viram a sua dívida pública aumentar em função do PIB, com as maiores subidas a ocorrer na Grécia (4,4 pontos percentuais para os 176,9% do PIB), na Lituânia (3,1 pontos, para os 41,3% do PIB) e em Portugal (2,9 pontos percentuais, para os 133,4% do PIB).

As baixas mais significativas registaram-se na Irlanda (-8,5 pontos para os 77,1% do PIB), Holanda (-4,3 pontos para os 61,9% do PIB) e Hungria (-3,2 pontos para os 74,3% do PIB).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.