De acordo com a simulação efetuada, um cliente com um empréstimo no valor de 150 mil euros a 30 anos, indexado à Euribor a seis meses com um 'spread' (margem de lucro do banco) de 1%, passa a pagar 464,96 euros, mais 47 cêntimos face a junho.

No caso de um empréstimo nas mesmas condições, mas indexado à Euribor a três meses, o cliente passará a pagar 461 euros, neste caso mais 14 cêntimos do que pagava desde a última revisão, em setembro.

As taxas Euribor são o principal indexante em Portugal nos contratos bancários que financiam a compra de casa. A Euribor a seis meses é a mais usada, seguida da taxa a três meses.

Em novembro, a média da taxa Euribor a seis meses foi de -0,257% (contra -0264% em outubro) e a média da taxa a três meses de -0,316% (face a -0,318% em outubro).

Uma vez que as taxas Euribor têm variado pouco, as prestações bancárias têm-se mantido praticamente inalteradas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.