A Câmara Municipal de Guimarães aponta que em 2018 passaram mais cinco mil pessoas pelos postos de turismo (num total de 80.393) e que a origem dos visitantes é maioritariamente de Espanha (47%), seguida da França (13%), Portugal (9%) e Brasil (7%).

A autarquia destaca ainda o "impacto pela procura dos equipamentos culturais, conferindo um aumento de 3,8% do número de visitantes aos museus e outros equipamentos culturais, como a Plataforma das Artes e Casa da Memória", sendo que em 2018 o número de visitantes aos equipamentos culturais foi de 523 852.

Segundo os dados, o período entre abril e outubro, com especial incidência no mês de agosto, é quando Guimarães regista o maior número de visitantes, ou seja, 79% do total de visitantes aos postos de turismo da cidade (julho, agosto e setembro registaram 48% do total de visitantes aos postos de turismo).

"O posicionamento de Guimarães em relação ao mercado externo está a crescer de ano para ano, fruto de uma estratégia de promoção do nosso território assente no património edificado, na programação cultural e não só. Guimarães tem muito para oferecer a quem nos visita e esse é um trabalho que está a ser feito de forma gradual, em articulação com os agentes turísticos e empresários, assim como as associações do setor", salienta no texto a vereadora da Cultura, Sofia Ferreira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.