Integram a lista de Património Mundial da Humanidade na Região Centro o conjunto Universidade de Coimbra-Alta e Sofia, o Mosteiro da Batalha, o Mosteiro de Alcobaça e o Convento de Cristo, em Tomar.

Em declarações à agência Lusa, Pedro Machado considerou "muito bom" o trabalho em rede que foi feito nos últimos três anos pelas autarquias daqueles territórios, pela Universidade de Coimbra e pela Turismo Centro (TC), que teve como suporte financeiro uma candidatura de 2017 ao Portugal 2020, num valor superior a dois milhões de euros.

O dirigente da Entidade Regional que agrupa cem municípios do Centro do país, quer repetir e, se possível, alargar a experiência, considerada muito importante no contexto da retoma da economia em tempos da pandemia covid-19.

"O consórcio das autarquias, Universidade de Coimbra e Turismo Centro mostrou que é possível fazer em rede um trabalho de qualificação e valorização turística dos quatro lugares Património Mundial do Centro de Portugal", refere Machado.

Para além da animação dos lugares Património da Humanidade, o consórcio promoveu diversas manifestações artísticas e lançou livros, destacando-se uma série para crianças.

Em julho de 2019, os mosteiros de Alcobaça e Batalha, a Universidade de Coimbra-Alta e Sofia e o Convento de Cristo foram os protagonistas do livro "Património da Humanidade do Centro de Portugal", obra desenvolvida e coordenada pelo estúdio do designer Eduardo Aires, que resultou de um desafio lançado a escritores e fotógrafos para retratar os quatro lugares Património da Humanidade da UNESCO da Região Centro.

Pedro Machado lembra que a primeira missão do consórcio foi requalificar a oferta turística proposta nestes lugares, tornando a visita ainda mais atrativa através da oferta de programas educativos e culturais.

"Toda a atividade turística é em si um ato cultural", justifica Pedro Machado, sublinhando que houve também a ambição de ligar os Lugares e os seus habitantes, tornando-os "verdadeiros hospitaleiros de quem visita" os tesouros do Património Mundial do Centro.

O anúncio da candidatura surge na véspera de uma visita de três dias de jornalistas especializados em turismo aos Lugares, promovida pela Turismo Centro.

A visita arranca na sexta-feira, em Coimbra, e termina no domingo, na mesma cidade, depois de percorrer os lugares Património Mundial, com deslocações a restaurantes e outras atrações.

A visita insere-se no esforço da Turismo Centro para recuperar turistas nacionais numa fase de desconfinamento. No ano passado, os quatro Lugares foram visitados por 1,2 milhões de turistas, segundo estimativas avançadas por Pedro Machado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.