“Para ser honesto, estou preocupado. O tempo passa depressa […] Temos de começar a negociar com seriedade”, disse Michel Barnier numa curta declaração à imprensa na sede da UE.

“Precisamos de uma posição clara para negociações construtivas. Quanto mais depressa acabarmos com esta ambiguidade, mas depressa estaremos em posição de negociar a nossa futura relação.

O chefe das negociações pelo Reino Unido, David Davis, disse por seu turno que estes dias de negociações têm de permitir avanços em “todas as questões” e não centrar-se apenas, como quer a UE, no processo de separação.

O Reino Unido quer definir a futura relação com a UE ao mesmo tempo que negoceia as modalidades de saída, mas Bruxelas quer ter “progressos significativos” sobre o divórcio antes de começar a negociar a relação futura.

Na agenda desta terceira ronda, que se prolonga até quinta-feira, estão os principais temas da saída, como os direitos dos respetivos cidadãos, a fronteira na Irlanda e o acordo financeiro.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.