Uma das melhores definições de liderança é também das mais simples. Diz simplesmente que se lidera pelo exemplo e todos nós, líderes ou liderados, sabemos que é verdade. É por isso que os pais se empenham em dar bons exemplos aos filhos e, vida fora, as situações multiplicam-se. A universidade não é, nem poderia ser exceção. E essa é uma das razões usadas pelo reitor da Universidade Europeia, Pedro Barbas Homem, para explicar o empenho da escola em multiplicar bons exemplos de cidadania e de liderança social. Uma aposta que esta semana conheceu uma nova etapa com a apresentação do programa Jovens Empreendedores Sociais, um projeto transversal ao Grupo Laureate International Universities que integra a Europeia, e que agora chega a Portugal.

Mas continuando a falar de exemplos. Nada melhor do que perceber o impacto que podem ter iniciativas de empreendedorismo social do que através do exemplo. E a sessão de apresentação do novo programa contou com um nome cuja experiência diz muito do que se pode fazer nesta área. Joel Adriance, diretor de Training & Learning da YouthActionNet (programa promovido pela International Youth Foundation e apoiado pela Laureate International Universities), oriundo do Equador e a viver no Brasil, explicou em português sem necessidade de tradução, como o trabalho que tem desenvolvido com jovens com ideias para melhorar o mundo. E como algumas destas ideias - como por exemplo a de uma forma de ensinar inglês a quem não tem acesso à língua e ao ensino da mesma no Brasil - já se tornaram negócios sociais bem sucedidos, que emp egam pessoas e resolvem problemas.

"Esta iniciativa pretende ser uma referência no âmbito do empreendedorismo social jovem"

Coube à diretora do programa Jovens Empreendedores Sociais (JES), Susana Martins, as honras da casa na apresentação da iniciativa. "Este programa é uma evidência de que a Universidade Europeia procura reconhecer e premiar iniciativas e projetos que, de algum modo, possam ser transformadores da nossa sociedade, gerando impacto positivo e contribuindo para a sustentabilidade das gerações futuras", afirnmou. "Esta iniciativa pretende ser uma referência no âmbito do empreendedorismo social jovem, sendo este um dos pilares da política de responsabilidade social universitária da Universidade Europeia, cujos pilares são a transparência, a cooperação para o desenvolvimento e a ação ambiental, além das contribuições inerentes a uma instituição de ensino superior: a educação e a formação".

O programa JES destina-se a jovens entre os 18 e os 29 anos que sejam fundadores ou cofundadores de um projeto social ou ambiental, em Portugal (em curso, no mínimo, há 3 meses) e que visem a transformação social baseada na equidade, na justiça e na proteção do meio ambiente. O projeto deverá estar registado e em funcionamento, pelo menos, desde o dia 1 de março de 2018.

Recebidas as candidaturas, um júri com nomes bem conhecidos da esfera social - Constança Morais, fellow da Ashoka Portugal Graça Rebocho, da Fundação PT Joaquim Caetano, do gabinete de Responsabilidade Social do Montepio, Luís Roberto, do GRACE, Nuno Silva, CSR Manager da Groundforce Portugal e Rui Marques, da Forum Estudante - selecionará cinco jovens que liderem, ou co-liderem, projetos de empreendedorismo social jovem, a quem é oferecida uma semana de formação, em Madrid, colocando-os na rede de network com os vencedores de antigas edições do JES, em Espanha. Os finalistas irão, igualmente, contar com a mentoria dos ASHOKA fellows, e com a sua rede de network, com acesso privilegiado a uma rede mundial de empreendedores sociais em todo o mundo. Para além disso, ser-lhes-á feita uma doação no valor de 2.000,00 euros para que possam investir nos seus projetos.

Os projetos dos 5 jovens vencedores serão divulgados pela rede internacional da Laureate, dando-lhes o máximo de visibilidade possível, ao mesmo tempo em que serão integrados na rede de jovens empreendedores YouthActionNet, a nível mundial, com cerca de 1500 membros em mais de 90 países. Deste modo, poderão partilhar boas práticas, experiências e promover o progresso social de forma colaborativa.

O calendário decorre no seguinte calendário: as candidaturas estão abertas até 10 de setembro, de 11 de setembro a 4 de outubro será feita a avaliação e seleção pelo júri e a 23 de outubro, no Campus da Universidade Europeia, em Carnide, terá lugar a cerimónia de entrega dos prémiosOs finalistas seguitão depois para Madrid onde, entre 12 a 19 de novembro, irão integrar o programa de formação na Universidad Europea, na capital espanhola.


The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Um artigo do parceiro

The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt