De acordo com a Fundação EDP, a exposição "Fernanda Fragateiro: dos arquivos, à matéria, à construção" reúne as três obras da artista pertencentes à Coleção de Arte Fundação EDP, entre as quais "Architecture, a place for women?", adquirida em 2016.

Além das peças da coleção, escolhidas porque pontuam o percurso da artista ao longo dos anos, a exposição também inclui obras especificamente concebidas para a mostra, através das quais Fragateiro "propõe desenhar e estruturar o próprio espaço de exposição, mostrando como o seu trabalho tem uma relação umbilical com a arquitetura", de acordo com o sítio 'online' do MAAT.

"A forma como expõe as matérias, as metodologias e os conteúdos de investigação mostra a importância que a artista atribui aos processos de trabalho", assinala o museu.

Desenhos, fotografias, livros, páginas de livros, restos de materiais, ensaios de escala, testes cromáticos, entre outros suportes, estão incluídos nestas obras.

Num texto sobre a nova exposição, a artista assinala que pode ser lida como "uma janela, que se abre e fecha, sobre os processos de elaboração da obra de arte, convertidos eles mesmos em obra".

Na mesma altura, será inaugurada a exposição com as obras dos seis finalistas que concorrem à 12.ª edição do Prémio Novos Artistas Fundação EDP, no valor de 20 mil euros, iniciativa bienal da Fundação EDP.

Os artistas Ana Cardoso, Bernardo Correia, João Gabriel, Ana Guedes, Igor Jesus e a argentina Claire de Santa Coloma são os finalistas selecionados nesta edição.

De acordo com a organização, foram recebidas 600 candidaturas pelos curadores: Ana Anacleto, curadora e coordenadora curatorial no MAAT, Filipa Oliveira, diretora artística do Fórum Eugénio de Almeida, e João Silvério, curador de arte contemporânea e responsável pelo projeto EMPTY CUBE.

No decorrer desta mostra, um júri internacional selecionará o artista vencedor, a quem será atribuído o prémio de 20 mil euros, valor que se destina ao aprofundamento dos seus estudos ou à concretização de um projeto artístico específico.

O Prémio Novos Artistas foi criado em 2000 para apoiar talentos emergentes nas áreas das artes plásticas e visuais.

Nas edições anteriores foram vencedores Joana Vasconcelos, Vasco Araújo, João Maria Gusmão/Pedro Paiva, Carlos Bunga, André Romão, João Leonardo, Leonor Antunes, Gabriel Abrantes, Priscila Fernandes e Mariana Silva.

As duas exposições são inauguradas no MAAT, no dia 20 de junho, às 19:00, e abrem ao público no dia 21 de junho.

AG // MAG

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.