Essa ansiedade não te faz nada bem, a sério. Isto já dura desde Maio, pá. Dá uma saltada à praia, mas é. Estás há 10 horas no Twitter, meu. Por amor de Deus, tu não queres que os teus netos saibam que estiveste a discutir "a profundidade do plantel" do Liverpool na internet. De modo algum é decente que estejas a par de como é que o Antalyaspor se está a reforçar neste mercado. Repara, não vale a pena estares preocupado com os testes médicos de um atleta de alta competição, era preferível que fosses medir os níveis de colesterol. Tu não confias no teu próprio irmão, mas confias numa conta com 12 seguidores chamada “Abel das Transferências” que garante que o Ronaldo já escolheu a escola dos cunhados em Lisboa? Sai disso enquanto é tempo, amigo.

Não, companheiro. Tu não queres saber de pagamentos faseados e de factoring. Tu não tens qualquer interesse em ler um Relatório e Contas. Tu és de Humanidades. “Ah, isto é capaz de ser um bom negócio para nós”. Pára, camarada. Bons negócios fazes no OLX, o passe do Matheus Nunes não vai parar ao teu bolso. Avança. Com o tempo que perdes a ver vídeos de melhores momentos de jogadores que foram associados ao teu clube, já podias ter aprendido a jogar bridge. Borrifa-te para o valor de mercado do Ricardo Horta, tu desconheces quanto custa o quilo de bifes do pojadouro.

É que, antigamente, na meninice, ias para a esplanada do café da ilha de Faro ler as notícias sobre a possível chegada de Robert Pires e Jon Dahl Tomasson ao Benfica. Pronto, uma horinha e quinze chegava para devorar o jornal de uma ponta à outra, tudo bem. Agora, tens trinta anos e - em vez de participares numa conchinha - estás às três horas da manhã com a luz do telemóvel na cara a ler qual é a nova contratação do Hellas Verona para a lateral direita. Estás preparado para contar à tua namorada que vês mais o Twitter do Fabrizio Romano do que o Instagram dela? Qual "here we go, confirmed", pede-a mas é em casamento. Ela anda bastante desconfiada de ti - e a verdade é que tens ido para a cama com um italiano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.