Em maio último, numa conferência de programadores, a empresa anunciou uma aplicação chamada Amplifier (Amplificador de som), que já está disponível. Esta aplicação transforma o telemóvel num amplificador auditivo capaz de, como o nome indica, amplificar o som, filtrando ruído indesejado.

A aplicação está desenhada para trazer maior clareza ao discurso, sem aumentar o volume de barulhos que já são efetivamente altos, explica a Fast Company.

A Google anunciou igualmente a aplicação Live Transcribe (Transcrição instantânea) que coloca legendas nas conversas que estão a acontecer em tempo real. Assim, quem tem problemas de audição pode ler no ecrã do seu telemóvel aquilo que a outra ou outras pessoas estão a dizer.

A aplicação, disponível para 70 línguas, utiliza o microfone do telemóvel e precisa de ligação à internet para a transcrição simultânea funcionar.

Esta funcionalidade é baseada na cloud e representa um avanço na tecnologia de reconhecimento de voz.

A empresa já garantiu que não irá guardar estas transcrições ou gravações de áudio nos seus servidores.

A aplicação Live Transcribe foi desenvolvida com a ajuda da Gallaudet University, uma universidade para surdos, e está em desenvolvimento. É possível instalar, mas pode ainda estar instável.

Estas aplicações são muito inclusivas, mas não deixam de ser uma boa oportunidade de negócio para a Google, já que a Organização Mundial de Saúde estima que existam em 2055 900 milhões de pessoas com perda de capacidade auditiva.

Ambas as aplicações estão disponíveis na loja da Apple Google Play app store, aqui e aqui.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.