“Reajustámos recentemente o volume de produção para reforçar a investigação e o controlo de qualidade, mas colocamos a segurança dos consumidores como prioridade máxima e tomámos a decisão final de parar a produção do Galaxy Note 7”, anunciou a empresa em comunicado.

Antes deste anúncio, a fabricante mundial de ‘smartphones’ sofria já uma forte queda na Bolsa de Seul – onde as ações da companhia caíram 8,04% - a maior perda de valor em oito anos – perante os receios de que este episódio cause danos sérios à sua saúde financeira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.