Esta quarta-feira, 31 de março, é apresentada uma aplicação desenvolvida por uma startup portuguesa que permite gerir a entrada de visitantes nos festivais através do rastreamento dos testes de covid-19. Trata-se de uma app desenvolvida pela ThinkerDots e será apresentada na final do Linking Up – um programa de inovação aberta resultante de uma parceria entre os Territórios Criativos, Turismo de Portugal e do Instituto Superior de Economia e Gestão. A aplicação permite também fazer a marcação de testes rápidos realizados na entrada dos recintos.

A nova app foi desenvolvida para responder ao desafio lançado pela LOHAD – a empresa responsável pela organização deste evento de gastronomia e música. “O objetivo é voltar a realizar eventos seguros, garantindo que todos os participantes testaram negativo ao novo coronavírus”, explica Luís Matos Martins, CEO dos Territórios Criativos, a consultora de apoio ao empreendedorismo que organiza o Linking Up.

Segundo Luís Matos Martins, “esta aplicação faz antever o regresso dos eventos culturais e de lazer com segurança já que, com o desenvolvimento do projeto, estará disponível uma solução acessível para outras iniciativas dirigidas ao grande público, assim como facilitar o acesso a salas de espetáculos, museus, concertos, etc.”

Para além da aplicação móvel de rastreio à Covid-19, foram selecionadas mais 11 propostas  num total de 52 candidaturas no âmbito do Linking Up.

A Odisseias, empresa que vende as suas experiências turísticas no online e no retalho, lançou como desafio o desenvolvimento de uma solução que diminua os recursos aplicados no controlo dos stocks e nos custos operacionais de monitorização da exposição dos produtos nas lojas de todo o país, permitindo, também, uma maior eficiência energética no processo. A startup Next Reality aceitou o desafio e está a desenvolver uma app com base em realidade aumentada que permite pré-visualizar expositores e peças de comunicação nos pontos de venda, escolher as mais adequadas e disparar uma notificação sempre que for necessária a reposição de produto.

 O grupo Minor Hotels de que fazem parte das marcas Tivoli Hotels & Resorts e Anantara, Hotels, Resorts & Spas, NH Collection, entre outras,  vai ouvir três propostas para aumentar a sustentabilidade das suas operações. A Oliófora, startup que recentemente recebeu um investimento da Portugal Ventures, irá apresentar soluções de packaging amigas do ambiente, assim como uma gama de produtos (shampôs, gel de duche, etc.) de alta qualidade e 100% sustentáveis.

A AqvaMore, startup incubada pela TagusPark e vencedora do prémio StartUp Portugal Smart Cities, irá apresentar uma solução que permite baixar o consumo de água per capita reduzindo diariamente o desperdício, de forma simples e com o mesmo conforto: o sistema, de fácil instalação, fará a re-circulação da água fria até que esta chegue à temperatura desejada: quando for aberta a torneira da água quente, a água só sairá quando estiver à temperatura certa, evitando desperdício.

A SWRS, vencedor do programa de ideação Green Up 2020/21, irá propor um mecanismo que reaproveita as águas cinzentas do duche e do lavatório para descargas sanitárias, sem recurso a obras e poupando até 40% do consumo de água por quarto/habitação.

(Notícia atualizada: Esta app ia ser testada pela primeira vez no festival gastronómico Chefs on Fire, no Estoril, que estava marcado para os dias 22 e 23 de maio, mas que foi adiado para setembro)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.

Um artigo do parceiro

The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt