"Não acreditei que as garrafas fossem vendidas tão caras. O último recorde, em 2011, alcançou os 57 mil euros", anunciou, muito satisfeita, Brigitte Fénaux, da casa de leilões Jura Enchères, organizadora da venda.

As três garrafas datadas de 1774 poderiam ser as mais antigas do mercado. O seu conteúdo é um Vin Jaune produzido pelo vinicultor Anatoile Vercel (1725-1786), com uvas cultivadas durante o reinado de Luís XV e colhidas sob Luís XVI.

Os compradores são "canadenses e alguém que comprava para americanos com interesse na França", acrescentou Fénaux.

As garrafas, do tipo "bourgogne", com base larga e gargalo fino, foram conservadas por mais de 200 anos pelos descendentes de Anatoile Vercel numa adega subterrânea de Arbois, capital dos vinhos de Jura.

(Créditos imagem: Facebook Vins du Jura)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.