De acordo com o site eurovisionworld.com, Eleni Foureira, cantora ‘pop’ e atriz, nascida em 1987 na Albânia, que representa nesta edição o Chipre, é a nova favorita à vitória do certame europeu.

Eline Foureira pode repetir o feito de Salvador Sobral, que colocou um ponto final ao histórico de 48 participações nacionais sem vitórias. Após a vitória de Portugal, em Kiev, o país com maior número de presenças sem vitórias é o Chipre (com 34 participações).

A cantora israelita Netta, que estava há dois meses na liderança do top das apostas, ocupa agora o segundo lugar com "Toy". O pódio das preferências fecha com a canção norueguesa, “That’s How You Write a Song”, defendida por Alexander Rybak, que escalou várias posições nas últimas semanas.

Portugal, que concorre com a canção “O Jardim”, interpretada por Cláudia Pascoal e composta por Isaura, ocupa hoje o 24.º lugar.

No dia 5, a música ocupava o 21.º lugar na lista de preferências dos apostadores, tendo a 22 de março atingido o 16.º lugar. Ao longo o mês de abril, “O Jardim” foi oscilando entre o 17.º e o 19.º lugar, tendo em maio baixado para o 22.º.

Nos últimos dois anos, as casas de apostas não têm sido bem-sucedidas, quanto a acertarem no vencedor do concurso da Eurovisão, todavia ficaram perto o ano passado, quando colocaram Salvador Sobral e a representante da Ucrânia, Jamala, vencedores em 2017 e 2016, em segundo e terceiro lugar, respetivamente.

Em 2015 as casas de apostas acertaram ao vaticinar a vitória ao Måns Zelmerlöw, que ganhou com a canção “Heroes”, e deu a sexta vitória à Suécia.

A primeira semifinal do Festival da Eurovisão realiza-se esta terça e quinta-feira, em Lisboa. Saindo de cada uma, dez finalistas, que no sábado, dia 12, disputam a final, com os denominados “cinco grandes” – Espanha, França, Itália, Alemanha e Reino Unido- e o país anfitrião, Portugal, que pela vitória no ano passado teve uma entrada direta.

Até Salvador Sobral ter vencido o concurso no ano passado, em Kiev, Portugal nunca tinha passado de um sexto lugar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.