Em declarações à agência Lusa, António Mascarenhas, diretor do Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM), o grande objetivo da obra é dar a conhecer à atual geração e às futuras o percurso histórico de Aníbal de Melo, “jornalista de qualidade singular”, incentivando, ao mesmo tempo, os estudantes a investigar a obra e os feitos.

Aníbal de Melo, segundo António Mascarenhas, foi um jornalista que, “em vida, fez dos seus escritos a expressão viva das aspirações dos oprimidos para a denúncia de situações de injustiça”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.