Alexandra Moura, vencedora em 2015 do Prémio Mulheres Criadoras de Cultura pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, “vai encerrar, no próximo dia 25 de fevereiro, o calendário oficial de desfiles da semana de moda feminina em Milão” e “partilhar o palco com marcas como a Gucci, Prada, Armani e outras marcas de renome internacional”, adiantou à agência Lusa fonte oficial do Portugal Fashion (PF).

Em declarações à Lusa, Alexandra Moura acaba de confessar que quando soube que ia estar no calendário oficial de desfiles em Milão “ficou sem palavras”.

“Senti-me muito honrada e com uma felicidade imensa. Acima de tudo fiquei bastatante orgulhosa”, assume.

Para o Portugal Fashion trata-se do “culminar do trabalho, talento e reconhecimento da designer portuguesa”, ao qual se junta uma “forte cooperação e profundo relacionamento entre o Portugal Fashion e a Camera Nazionale della Moda Italiana”, recordando que a ‘designer’ portuguesa tem no seu currículo cinco participações na semana da moda de Londres (Reino Unido).

Alexandra Moura fez parte das publicações “Young European Fashion Designers” em 2007, da “Atlas of Fashion Designers” em 2009, bem como do “Mapa da Moda Contemporânea” em 2011 e da “Fashion Design Sourcebook” em 2011, e tem atualmente pontos de venda no Japão, na China, Espanha e no Kuwait.

Ainda durante a próxima paragem da moda portuguesa nas passarelas internacionais, o PF avança também que vai levar à semana da moda feminina de Milão, evento que arranca no dia 19 de ferreiro e termina dia 25, a ‘designer’ Katty Xiomara.

“Katty Xiomara apresentará as suas propostas outono-inverno 19/20, num desfile integrado no calendário de eventos oficiais da Milan Fashion Week, à semelhança do que aconteceu com Miguel Vieira em janeiro, na Milano Moda Uomo”, referiu o Portugal Fashion.

O Portugal Fashion, uma plataforma de promoção de moda portuguesa, é um projeto da responsabilidade da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), desenvolvido em parceria com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) e cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Compete 2020 — Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização.

O PF está a trabalhar com verbas do biénio 2017-2018, porque as datas de candidatura aos apoios comunitários não são ainda conhecidas, assumiu recentemente fonte da estrutura.

“O Portugal Fashion 2019-2020 está a trabalhar com o orçamento de 2017-2018 e de momento não há informações sobre quando está previsto uma data para nova candidatura a fundos europeus”, disse à Lusa Mónica Neto, responsável pelo projeto do PF, à margem da apresentação da nova coleção outono/inverno 2020 do ‘designer’ Miguel Vieira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.