O festival, que monta palco junto à margem do rio Douro, no distrito de Vila Real, assume-se como “100% português” e um espaço onde “as novas gerações da música se cruzam com nomes mais consagrados”.

A organização referiu que lançou um desafio a Jorge Palma e aos Dead Combo que vão partilhar o palco para “uma colaboração inédita” na quarta edição do evento.

Estes são os primeiros nomes conhecidos do cartaz para 2019.

Na edição de 2018, passaram pelo festival cerca de 14 mil pessoas.

O Douro Rock, segundo a organização, “apresenta-se como uma alternativa no concorrido calendário de festivais em Portugal e convida o público a conhecer a região ao som da música nacional”.

Os bilhetes para o Douro Rock já estão à venda e custam 15 euros, preço único para os dois dias.

O Douro Rock, além de promover a música portuguesa, quer divulgar a gastronomia e os vinhos desta que é a primeira região demarcada e regulamentada do mundo, e que foi classificada como Património Mundial da UNESCO em 2001.

Com campismo gratuito para os portadores de bilhete para o festival, e uma zona de alimentação, o Douro Rock conta ainda com a presença de marcas de vinho da região.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.