Tudo começou com um concurso promovido na escola em que se pretendeu dar nomes aos edifícios escolares inspirados em lendas de Bristol. Banksy foi um dos contemplados e a escola escreveu ao artista a revelar a sua iniciativa.

A obra foi descoberta na segunda-feira e a acompanhar o grafitti estava uma carta do próprio a agradecer a nomeação.

“Querida Bridge Farm School, obrigada pela vossa carta e por atribuírem o meu nome a um edifício. Por favor, tirem fotografias e se não gostarem sintam-se à vontade para acrescentar coisas. Acredito que os professores não se vão importar. Não se esqueçam, é sempre mais fácil obter o perdão do que a autorização. Muito amor, Banksy”.

De acordo com a BBC, o porta-voz do artista confirmou a autoria da obra: uma criança a correr ao mesmo tempo que empurra um pneu em chamas com um pau.

Geoff Mason, diretor da escola primária, afirmou que “não tem planos para vendar a obra” e que a mesma será preservada. O diretor agradeceu ainda a generosa oferta de Banksy e considera que esta ação é muito importante para a comunidade escolar, pois defende que é uma inspiração para os alunos.

Segundo a BBC, um funcionário da escola, que encontrou o grafitti, chegou a pensar que se tratava de um ato de vandalismo e ainda considerou limpar a parede.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.