Numa edição em que se celebram “Revoltas, Revoluções e Rebeldias”, a Folia, capítulo que leva música, cinema e teatro ao Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos, arranca na quinta-feira com uma homenagem a José Afonso, em dois andamentos: primeiro Júlio Pereira, no Auditório da Praça da Criatividade, depois Stereossauro, na Livraria da Adega.

E porque, como sublinha a vereadora da Cultura da autarquia, Celeste Afonso, “o Folio continua a primar por ter concertos inéditos criados especialmente para o festival”, Aldina Duarte preparou para esta edição “um espetáculo especial, no qual interpreta os fados mais marcantes de cada um dos seus discos, e estreia ao vivo alguns temas do seu mais recente trabalho”.

Para acentuar a originalidade do concerto, contará ainda com Carlão como convidado no espetáculo em que o público poderá assistir ao “grande desafio entre a música da palavra dita e a música da palavra cantada”, revelou a organização.

Vitorino e Primeira Dama sobem juntos ao palco na quinta-feira, dia 26, um dia antes de Maria João fazer em Óbidos um tributo ao poeta brasileiro Aldir Blanc, interpretando, com a sua intensidade criativa, faixas como “O “Bêbado e Equilibrista” ou “Dois pra lá, dois pra cá”.

A fechar o ciclo de concertos, Rodrigo Leão apresenta, no último dia do Folio, uma versão inédita do espetáculo “A Vida Secreta das Máquinas”, com composições em que os ruídos de instalações elétricas ou frigoríficos antigos são usados para mostrar um lado mais “eletrónico” da obra do artista.

Pelo meio há três concertos de jazz, numa parceria, pela primeira vez com o Caldas Nice Jazz, que decorre nas Caldas da Rainha, há também sons de Espanha interpretados pelo duo “La Folia” e Cante Alentejano trazido por Norberto Lobo e o Grupo de Camponeses de Pias.

A Folia faz-se ainda de cantares tradicionais e peças de teatro integradas na programação do Inatel, parceiro de programação no Folio, bem como de grupos regionais, integrados na programação da Comunidade Intermunicipal do Oeste, que leva ao festival a produção cultural dos seus 12 concelhos.

Sob o tema “Revoluções Revoltas e Rebeldias” o Folio desenvolve-se em cinco capítulos - Autores, Folia, Educa, Ilustra e Folio Mais - juntando em Óbidos, de 19 a 29 de outubro, autores e artistas de 14 nacionalidades e oriundos dos cinco continentes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.