“Vamos para a avenida dos Aliados, [com] um artista internacional, que ninguém pode pôr em causa, Fatboy Slim, que estará nos Aliados gratuitamente, porque queremos também levar a experiência do NOS Primavera Sound a toda a gente que, pelas mais variadas razões, não pode estar no Parque da Cidade”, dizia o diretor do festival, José Barreiros, na apresentação da iniciativa.

Norman Cook, de 54 anos, saltou para o planalto da música eletrónica em 1996, quando se ‘batizou’ como Fatboy Slim, apesar de anteriormente ter pertencido a uma série de bandas, começando pelos Housemartins, na qual atuou como baixista, entre 1985 e 1988.

Depois de uma série de altos e baixos, entre projetos a solo e parcerias, a personagem Fatboy Slim iniciou o trajeto com um conjunto de ‘meios-sucessos’ no primeiro disco, “Better Living Through Chemistry”, para depois atingir o apogeu, em 1998, com o álbum “You’ve Come a Long Way, Baby”.

Nesse trabalho, Norman Cook apresentou ao mundo ‘singles’ ainda atuais, como “Right Here, Right Now”, “Gangster Tripping”, "The Rockafeller Skank” e “Praise You” – cujo videoclipe, realizado por Spike Jonze e Roman Coppola, ganhou vários prémios – o que valeu ao britânico o topo da lista de vendas no Reino Unido, na Nova Zelândia e Austrália nesse ano, abrindo as portas de um sucesso global.

Dois anos depois, no disco “Halfway Between the Gutter and the Stars”, colaborou Macy Gray e Bootsy Collins, com o qual fez o ‘single’ “Weapon of Choice”, voltando a ganhar diversos prémios pelo videoclip, novamente realizado por Spike Jonze, com performance do ator Christopher Walken.

Não atingindo o mesmo sucesso que o seu predecessor, este álbum provocou a Fatboy Slim um hiato de quatro anos, regressando com “Palookaville”, que, apesar de ser nomeado para melhor álbum de música eletrónica nos Grammys de 2006, acabou por ficar abaixo das expectativas.

A partir daí, lançou uma compilação com os seus melhores êxitos, fez uma colaboração ‘rock’ com David Byrne, registando duas performances ao vivo, em 2012, no festival Ultra e na cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, regressando de vez aos concertos em 2013.

Ainda nos idos de 2001, durante uma entrevista à rádio pública norte-americana NPR, quando questionado sobre o nome Fatboy Slim, admitiu que “não quer dizer nada”.

“Já contei muitas e diferentes mentiras ao longo dos anos sobre isso, que já nem me lembro de qual é a verdade. É um apenas um oxímoro – uma palavra que não pode existir. Até me assenta, é meio pateta e irónico”, explicou.

A sétima edição do NOS Primavera Sound tem Nick Cave and the Bad Seeds, Lorde e A$ap Rocky como cabeças de cartaz, numa programação que conta ainda artistas como The War on Drugs, Arca, Father John Misty, Mogwai, Jamie XX, Fever Ray, Tyler, The Creator, Vince Staples e Thundercat, além dos portugueses Moullinex, Black Bombaim, Fogo Fogo, Luís Severo e Solar Corona.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.