Sísifo, mito grego do homem que carrega diariamente a sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo. “Sísifo”, o texto assinado pela dupla brasileira, Gregório Duvivier, cara conhecida do “Porta dos Fundos”, do programa da HBO “Greg News” e autor do monólogo, e Vinícius Calderoni, coautor e diretor da peça, que marca o regresso do consagrado ator e humorista brasileiro a Portugal.

A peça que interliga a mitologia grega aos absurdos do quotidiano, do mundo digital e da política brasileira traduz-se em 60 histórias muito curtas onde cabem personagens de todos os tipos. O texto vai da comédia, à tragédia, passando pela poesia e pelo drama, recriando o mundo dos memes e dos gifs em palco, numa analogia à história de humanidade, à vida contemporânea e ao contexto social e político do Brasil.

Durante o monólogo, temas que marcaram recentemente a atualidade, como o assassinato de Marielle Franco ou o incêndio do Museu Nacional, vão ser tratados em palco.

Gregório Duvivier: "Se para não falar merda precisa de se policiar, significa que a sua cabeça tem alguma coisa errada"
Gregório Duvivier: "Se para não falar merda precisa de se policiar, significa que a sua cabeça tem alguma coisa errada"
Ver artigo

No texto de introdução ao espetáculo, a dupla adapta a célebre frase de Marx - “a história acontece primeiro como tragédia, depois como farsa” - para a história acontece primeiro como tragédia, depois como farsa e, por fim, como meme, numa alusão ao Brasil contemporâneo, e que serve também de ponto de partida.

“Acompanhar as desventuras de um país em moto perpétuo que repete indefinidamente o DNA de sua desigualdade social num ciclo patológico traz à tona a dúvida: será o Brasil uma nação aprisionada dentro de um gif animado? Estará cada indivíduo desta nação girando na mesma rotação e submetido pessoalmente à mesma lógica (des)ordenadora de todo país?”, perguntam.

Duvivier e Calderoni pretendem construir em Sísifo não uma recriação fiel da história que o mito veicula, mas sim uma inspiração norteadora, um espetáculo em que a repetição teatral consiga fazer-nos sair do ciclo doentio de repetição patológica da realidade.

Com produção a cargo da H2N -Phenomena Makers, a estreia está marcada para esta quinta-feira, 28 de novembro, antes de partir em digressão pelo país. O espetáculo vai passar por Braga (30/11), Caldas da Rainha (01/12), Porto (2/12), Estarreja (3/12) antes de regressar novamente à capital portuguesa no dia quatro de dezembro para encerrar a tour.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.