Alerta. Este artigo contém spoilers, mas nada que não o faça ter ainda mais vontade de ir ao cinema.

Com a música original da banda sonora de “La La Land”, Sara Preciado, de 24 anos, fez uma compilação que é um tributo ao filme de Damien Chazelle que chega hoje às salas de cinema portuguesas e também a todos os musicais. E são muitos os musicais que a jovem conseguiu reconhecer, a própria assume que sabe vários de memória.

O vídeo já é um sucesso, só na conta de Vimeo, onde foi originalmente partilhado, já tem mais de 102 mil visualizações.

Do guarda-roupa aos momentos musicais, das coreografias à montagem, nada escapou ao olhar atento da jovem espanhola. Ao site Verne, suplemento digital do El País, Sara Preciado conta que, surpreendida com a quantidade de referências do filme, decidiu fazer esta montagem assim que saiu da sala de cinema. Tudo aqui é cinema e edição, a montagem é feita no formato de Supercut, uma compilação visual de vídeos curtos e acelerados, onde as imagens são editadas segundo o mesmo fio condutor e mostram uma ação ou frase cliché.

E quantas referências a outros musicais afinal podemos encontrar em “La La Land”? Segundo o vídeo de Sara Preciado, nada mais nada menos que 15 filmes. Alguns deles repetem cenas, como as de “West Side Story” (1961). Da época dourada do cinema americano ao cinema francês, de “Shall we Dance” (1937) a “Singin' in the Rain” (1952), de “Le Ballon Rouge” (1956) a “Les Parapluies de Cherbourg” (1964), de “Boogie Nights” (1997) a “Moulin Rouge” (2001).

O filme musical, de Damien Chazelle, conta a história de amor entre um músico (interpretado por Ryan Gosling) que sonha abrir um clube de jazz e uma jovem mulher (Emma Stone) que, de audição em audição, aspira a ser uma grande atriz de Hollywood.

"La La Land - Melodia de amor", título em português, chega hoje às salas de cinema nacionais depois de já ter conquistado dezenas prémios, entre eles sete Globos de Ouro, e dias depois de se saber que é o grande favorito aos Óscares com 14 nomeações.

Esta é a terceira longa-metragem do realizador norte-americano Damien Chazelle, de 32 anos, e sucede a "Whiplash: Nos Limites" (2014), que também já esteve indicado para os Óscares.

Lançamos o desafio, veja “La La Land” e diga se encontra outras referências cinematográficas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.