O evento, marcado para os dias 29 e 30 de novembro no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, é organizado pela Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes (AMAEI), com o apoio da agência internacional Merlin e da portuguesa Level:Up.

Esta é uma iniciativa "para capacitar editoras a perceberem melhor o funcionamento de cada plataforma" do mercado digital da música, explicou à agência Lusa o diretor da AMAEI, Nuno Saraiva.

Durante dois dias haverá conferências, debates, workshops de marketing digital e, embora esteja mais vocacionado para artistas e editoras independentes, o Digital Music Days é aberto a todo o setor da música portuguesa, referiu Nuno Saraiva.

O objetivo é que, neste encontro, os profissionais do setor tomem contacto com boas práticas e estratégicas para fortalecer a presença da música em digital.

"Há cada vez mais artistas autoeditados e a atenção comercial às boas práticas no digital é subaproveitada para o próprio bem deles", sublinhou.

Entre os convidados desta primeira edição estão Mathieu Rousselot, da plataforma Youtube, Xavi Munoz, da Apple Music, o consultor digital Warren A'Harrah e o administrador da agência internacional Merlin, Charles Caldas, que abandonará o cargo no final deste ano.

Segundo Nuno Saraiva, estarão ainda presentes representantes das redes sociais Facebook e Instagram, em sessões de trabalho só para profissionais que façam gestão de artistas nestes ambientes digitais.

"O 'streaming' [escuta de música em plataformas digitais sem implicar compra ou descarregamento de ficheiros áudio ou vídeo] é o principal responsável pelo crescimento" da música internacional, referiu Nuno Saraiva.

Este responsável sustenta-se em dados da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI), que indica que em 2018 o 'streaming' representou 47% da receita mundial da música gravada.

Toda a programação da iniciativa Digital Music Days estará no site www.digitalmusicdays.com.

A Merlin representa centenas de editoras de 64 países e licencia conteúdos digitais da música independente internacional às principais plataformas de 'streaming'.

A Level:Up, associada da Merlin e da AMAEI, é apresentada como a primeira empresa portuguesa de distribuição digital, possibilitando o acesso direto de editoras discográficas e artistas autoeditados às plataformas de 'streaming', sem passar por intermediários.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.