“Ascensão da Água”, segundo o júri do prémio, “apresenta um conjunto de poemas com uma arquitetura elegante e uma dicção poética conseguida”.

O júri foi composto pelo escritor José Manuel Mendes, presidente da Associação Portuguesa de Escritores, o professor universitário Manuel Frias Martins, em representação da Associação Portuguesa dos Críticos Literários, e pelo poeta Joaquim Pessoa.

De acordo com o autor, citado no texto de apresentação da obra, “este livro nasceu da observação do ciclo da água, elemento tão vital ao nosso planeta”, sem esquecer os mitos a ela associados, “com referências às imagens pagãs do inferno primordial”.

Para o autor, é “também uma cartografia de afetos”.

Samuel F. Pimenta nasceu em 26 de fevereiro de 1990, em Alcanhões, no Ribatejo, tendo começado a escrever aos 10 anos. Licenciou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa.

O autor tem participado em vários encontros literários nacionais e internacionais, e colabora com publicações em Portugal, no Brasil, em Angola, em Moçambique e na Galiza. Em 2016, representou Portugal no International Young Poets Meeting, em Istambul, Turquia.

Anteriormente, Samuel F. Pimenta publicou o romance “Iluminações de Uma Mulher Livre” (2017), escrito no âmbito de uma Bolsa de Jovens Criadores, do Centro Nacional de Cultura.

Em 2016, com o livro “Ágora”, venceu o 4.º Prémio Literário Glória de Sant’Anna, que distingue o melhor livro de poesia em língua portuguesa.

“Os Números que Venceram os Nomes” (2015), “Geo Metria” (2014), “O Relógio” (2013), “O Escolhido” (2009) são outros títulos de Samuel Pimenta, publicados com chancela Marcador, Livros de Ontem e Planeta Editora.

Com ativismo na promoção dos direitos LGBTI+, dos direitos humanos e da Terra, Samuel Pimenta dedica-se também “ao estudo da espiritualidade”, segundo o seu perfil.

“Ascensão da Água” tem apresentação agendada para dia 01 de outubro, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa, pelas 18:30, com apresentação do jornalista e escritor Fernando Dacosta.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.