Serão três dias de atuações, de 1 a 3 de dezembro, com destaque para o concerto “Ikonopongo”, que juntará em Lisboa o ‘rapper’ e ativista luso-angolano Luaty Beirão, que assina como Ikonoklasta, e o ‘rapper’ angolano MCK.

Esta será a primeira vez que Luaty Beirão se apresenta em Lisboa, depois de ter estado detido e de ter sido condenado em Angola, juntamente como outros ativistas, por “atos preparatórios para uma rebelião”. “Ikonopongo” é o espectáculo que MCK e Luaty Beirão não conseguiram apresentar em sala, este mês, em Luanda.

A atuação de Luaty Beirão e MCK – outra das vozes discordantes do regime de José Eduardo dos Santos – a 03 de dezembro, em Lisboa, acontecerá dias depois da publicação, pela Tinta da China, do diário de prisão do ativista luso-angolano.

O décimo aniversário do Musicbox far-se-á ainda com música portuguesa, nomeadamente com Samuel Úria, ainda a promover o álbum “Carga de ombro”, com os Névoa, grupo ‘black metal’ de João Freire e Nuno Craveiro, e de Moullinex, alterego do músico e produtor Luís Clara Gomes.

Entre concertos e sessões de DJ, estarão presentes ainda o radialista e divulgador Rui Miguel Abreu, os Irmãos Makossa, os produtores Drain Gang Shield Gang e Gille Peterson.

As atuações que assinalam o aniversário vão arrancar com o regresso dos canadianos Viet Cong, que mudaram de nome para Preoccupations.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.