Descrito como a "maratona do melhor cinema de terror", o MOTELX celebrou a décima edição com a presença de convidados como Ruggero Deodato, realizador de "Holocausto Canibal", e com a criação da competição de longas-metragens europeias.

O festival atribuiu o prémio de melhor filme desta competição a "The Noonday Witch", de Jirí Sadék.

"Post-Mortem", de Belmiro Ribeiro, venceu o Prémio MOTELX de melhor curta-metragem de terror portuguesa.

Os dois filmes ficam habilitados aos prémios Mèliés, atribuídos pela Federação Europeia de Festivais de Cinema Fantástico.

A 10ª. edição do MOTELX homenageou ainda o cinema de terror do polaco Walerian Borowczyk, que morreu há dez anos, e estreou "O segredo das pedras", de António de Macedo, versão cinematográfica da minissérie “O altar dos holocaustos” (1992).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.