Lembro-me de brincar com berlindes quando era pequeno, mas esta competição leva essas brincadeiras a outro nível, que entusiasma o espetador de uma maneira que nunca pensei que fosse possível. Mais de 300 mil pessoas assistiram a 16 de agosto ao último de 16 eventos da Marble League 2020, uma espécie de Jogos Olímpicos onde os atletas são nada mais nada menos do que berlindes, que rolam em equipas diferentes numa variedade de eventos – mas vamos deixar isto de lado, por agora. Felizmente, o evento prosseguiu com uma certa normalidade durante a pandemia - ao contrário de outros eventos desportivos, já que os berlindes são imunes à COVID-19.  

“Isto não é apenas uma distração no YouTubedisse John Oliver, quando apresentou o evento aos Estados Unidos e, por inerência, ao mundo, dada a audiência global do seu talkshow. “É um evento lindo e competitivo, e o mundo precisa desses (eventos) agora mais do que nunca”. E desde o dia em que John Oliver falou no assunto, mais de 400 mil pessoas subscreveram o canalque agora tem mais de 1.250.000 subscritores. As corridas de berlindes do Jelle’s Marble Runs fazem sucesso até fora do YouTube -  apareceram inclusive no canal desportivo ESPN. 

Participam na competição principal 16 equipas de quatro berlindes com nomes escolhidos pelos fãs. Este ano, os vencedores foram os Savage Speeders – a primeira equipa a conseguir dois troféus desde o início da Marble League, um grande feito, já que ela existe apenas desde 2016. Em segundo lugar estiveram os O’Rangers, umequipa que já venceu a competição uma vez, ea fechar o pódio, temos os Minty Maniacs, a surpresa da liga, que participou este ano pela segunda vez. 

Com o passar dos anos, o canal foi crescendo e a qualidade dos vídeos também foi sendo melhorada. Greg Woods é o comentador das corridas e eventos de berlindes, e o seu relato das corridas acrescenta às competições do canal alguma adrenalina, como se estivéssemos nas bancadas. Por falar nisso, até bancadas existem, cheias de berlindes a apoiar as suas equipas: ouvem-se os apoiantes a torcer pela sua equipa cada vez que elas rolam na pista, e quando é a vez da equipa O’Rangers, um ensurdecedor “OOOOOOOOOOOO” enche a arena – e não é por acaso, já que a equipa é uma das mais populares da Marble LeagueÉ esta atenção aos detalhes que torna a experiência de ver cada corrida de berlindes memorável. 

Corridas de berlindes como maratonas, corridas na areia e estafetas são só alguns dos eventos da Marble League – existem outros eventos que levam a competição a outro nível. Salto em altura ou em comprimento, onde berlindes descem de uma rampa para o salto; eventos de colisão, onde berlindes chocam uns contra os outros (nada de distanciamento social aqui!) numa tentativa de puxar os oponentes para fora do campo; e até uma espécie de natação, onde os berlindes rolam debaixo de água. Não há limites para os nossos atletas esféricos. 

a parte que mais impressiona é o lado psicológico que os fãs dão às equipas - e até a berlindes individuais, pois cada berlinde tem um nome. A comunidade de fãs deste desporto comenta quando um certo berlinde ou equipa está a ter um mau desempenho, como se os berlindes estivessem em má forma ou com falta de moral. Quando um berlinde cai da pista, são muitos os que perguntam se ele ou ela está bem. Nos comentários, são até apontadas estratégias que uma certa equipa usou que deram uma vantagem contra a outra, mesmo sabendo que ninguém controla os movimentos dos berlindes.  

De facto, é a comunidade que dá vida própria a cada berlinde, tornado a competição mais divertida  do que já é. Temos pessoas a fazerem vídeos no YouTube a gozar com equipas de berlindes a fazer um mau trabalho, ou artistas a mostrar o seu apoio por uma equipa ao fazer desenhos dos berlindes; ou fãs a darem ideias para novos eventos, a escrever blogues e fazer entrevistas.

Um canal que merece destaque é o “The Marble Report”, que faz análises profundas de diferentes jogadas e eventos, previsões para as próximas corridas ou piadas sobre a equipa Mellow Yellow e a sua inconsistência de evento para evento – com uma qualidade de produção e edição notável. O canal recebeu tanta atenção que apareceu nos agradecimentos finais do último evento da Marble League. 

Este ano, a Marble League fez mais do que entreter os especadores em tempos de pandemiaQuase 70.000 euros foram doados ao longo de 16 eventos, em nome das equipas que os foram vencendo, a diferentes bancos alimentares. No final, cerca de 17.000 euros foram doados em nome dos vencedores, Savage Speeders, ao Comité Internacional de Resgate, que reconstrói zonas de guerra e ajuda refugiados.  

É uma pena que tenhamos de esperar até para o ano para a próxima Marble League. Mas até lá, ainda acontece muita coisa. A Sand Marble Rally é uma competição de berlindes individuais - um conjunto de corridas de berlindes na areia, onde os berlindes usados são um pouco maiores do que os outros da Marble Leaguepreparados para rolar em terrenos mais acidentados. Ou então podemos ver a Marbula One, que é uma espécie de Formula 1 para berlindes. Grande parte dos participantes aqui são também berlindes da Marble League. Existe ainda uma versão de berlindes da Formula E, a Marbula E – esta já começou e ainda pode ser vista – com equipas que existem na vida real como a Porsche ou a Jaguar. As corridas são realizadas em pistas quase idênticas às reais. Tudo isto previsto para antes do final do 2020. 

Há muito para explorar no canal “Jelle’s Marble Runs” e no seu website. Para quem quiser ir revendo a Marble League 2020, existe esta playlist com cada evento que nos deixa a par dos resultados ou, se for o caso, escolher, uma equipa para apoiar. Quando damos por isso, já estamos viciados naquilo. 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.