“Tivemos 55 mil visitantes em 2017, nos dois dias da Festa de Outono 2017, e a adesão deste ano está a ser muito semelhante”, disse à Lusa fonte do gabinete de imprensa da Fundação de Serralves, adiantando que a nova exposição de fotografias do artista Robert Mapplethorpe está também “com uma adesão bastante boa”. No fim-de-semana de 21 a 23 de setembro, a exposição dedicada a Robert Mapplethorpe recebeu perto de 6.000 visitantes, batendo recordes de público.

As temperaturas sentidas hoje no Porto fizeram parecer a Festa de Outono deste ano da Fundação de Serralves uma celebração das estações quentes, com a população a celebrar a chegada do outono em convívio, na Quinta de Serralves, a assistir a espetáculos de música e teatro, performances, ou a participar em workshops, oficinas e jogos.

A “Aula do Burro de Miranda”, “O Cavalo Lusitano", o “Porco Bísaro”, a possibilidade de apreciar vacas a pastar no prado de Serralves são alguns clássicos a que a Festa de Outono habituou o seu público em edições passadas. Este ano, os visitantes têm também a oportunidade de poder ver obras do artista britânico Amish Kapoor, espalhadas pelo jardim da instituição cultural, como a “Linguagem das Aves”, “Espelho do Céu” ou “Descida para o Limbo”.

O primeiro dia, a Festa de Outono encerra pelas 19:00, mas, no domingo, regressa pelas 10:00, com visitas guiadas ao "ciclo da lã da ovelha ao tecido", à experimentação de cestaria e tecelagem, a workshops de pintura de azulejos e cerâmica artística, a oficinas de modelagem e pintura em barro.

O segundo e último dia da Festa de Outono termina com um concerto pelas 18:00 no Prado da “super-banda” de música popular portuguesa, onde se inclui B Fachada, Éme, Sallo, Maria Reis e Lourenço Crespo.

Com entrada grátis, exceto dentro do Museu de Arte Contemporânea, a Festa de Outono, com 21 parceiros, dos quais 12 são câmaras municipais, está integrada no programa das Jornadas Europeias do Património 2018, este ano subordinadas ao tema “Partilhar memórias”.

Este ano, de acordo com o despacho do Governo publicado no passado dia 18 de junho, em Diário da República, a Fundação de Serralves recebe um total de 4,270 milhões de euros, no âmbito das transferências para as fundações, previstas pelo Orçamento do Estado, provenientes do Fundo de Fomento Cultural e da Direção-Geral do Património Cultural.

Em janeiro de 2017, o Ministério da Cultura publicou igualmente uma portaria, autorizando o Fundo de Fomento Cultural a transferir para a Fundação de Serralves 500 mil euros por ano, de 2016 a 2018, destinados à aquisição de obras para a instituição.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.