A parceria entre o Musicbox e o teatro municipal tem por título “Takeover #1”, com o clube a apropriar-se da sala principal para nove sessões ao vivo, de quinta-feira a domingo, entre 09 e 19 de julho.

O Musicbox, localizado numa área de discotecas e bares no Cais do Sodré, assume-se como “um híbrido entre sala de espetáculos e um espaço de dança”, estando ainda impedido de abrir portas por decisão do Governo, por causa da covid-19.

Assim, os concertos que programou para o Teatro Municipal São Luiz começam a 09 de julho com os Linda Martini, seguindo-se, no dia 10, um “Baile Sentado” de música lusófona com curadoria do B.Leza, com a participação de Jon Luz, Maria Alice, Nancy Vieira e Tito Paris.

A 11 de julho sobe ao palco Pedro Coquenão, ou Batida, e, no dia seguinte, a dupla Lavoisier apresenta o álbum conceptual assente na poesia de Miguel Torga, enquanto a 15 atuará Márcia e a 16 estará The Legendary Tigerman, com a participação do saxofonista João Cabrita.

Com álbuns novos em carteira, a 17 de julho atua Moullinex, a faceta musical de Luís Clara Gomes e a 18 de julho Bruno Pernadas. Segundo o Musicbox, este concerto assinala o fim do ciclo do álbum “Those Who Throw Objects at The Crocodiles Will Be Asked to Retrieve Them”, que Bruno Pernadas editou em 2016.

O duo eletrónico Ghost Hunt e a flautista Violeta Azevedo fecham a programação a 19 de julho.

Segundo o plano de ‘desconfinamento’ apresentado pelo Governo, por causa da covid-19, as salas de espetáculos, teatros e cinemas puderam reabrir portas a 01 de junho, mas bares, discotecas e outros espaços noturnos similares continuam impedidos de retomar atividade.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.