De volta aos concertos após dois anos em que não se realizou, devido à pandemia de covid-19, o North Music Festival (NMF) ganha agora o nome do Jornal de Notícias como patrocinador.

O festival arranca hoje em português, com Ornatos Violeta, Linda Martini, Paus, Zen, Paraguaii, Pedro da Linha, S. Pedro e Riot.

O segundo dia é encabeçado por Don Diablo e Robin Schulz, mas conta ainda com atuações de Capicua, Domingues, T-Rex, Cassete Pirata, Throes + The Shine, Marc Vedo, Zanova e Peace Maker!.

The Jesus and Mary Chain, The Waterboys e GNR são os nomes principais de sábado, num encerramento em que sobem também a palco Conjunto Cuca Monga, Keep Razors Sharp, Moullinex & Xinobi e DJ Vibe.

No novo alinhamento ‘caíram’ nomes como OneRepublic e The Script, que tinham sido anunciados para outubro, mas também Deftones, que estavam marcados para a primeira tentativa.

A 07 de setembro, durante a apresentação do evento que esteve previsto para 30 daquele mês, 01 e 02 de outubro, o diretor do evento, Jorge Veloso, garantiu que o festival ia acontecer e que a organização estava a fazer de tudo para cumprir nas normas da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Contudo, a 22 de setembro foi anunciado que o NMF seria novamente adiado, devido à falta de parecer final da DGS e à exigência de teste, mesmo para quem tem certificado.

Nesse mesmo dia, a DGS esclareceu à agência Lusa que não tinha "ainda emitido o parecer técnico por estar a aguardar a publicação da nova resolução de Conselho de Ministros", que poderia "conter alterações às regras para a organização de eventos", acrescentando que a organização foi informada da "condicionante".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.