O concerto a seis mãos para piano e pincéis com que o Folio Ilustra - capítulo do Festival Literário Internacional de Óbidos dedicado à ilustração - homenageou hoje a Utopia de Thomas More e a ilustradora Jutta Bauer teve como protagonistas o pianista Fernando Santos e os ilustradores Paulo Galindro (pincel- Soprano) e Marc Parchow (trincha-tenor).

A performance, com apresentação única no Folio, durou mais de uma hora em que, ao som do piano, os dois ilustradores preencheram a tela e o próprio piano com ilustrações inspiradas pela música interpretada por Fernando Santos.

O espetáculo, que será apresentado em exclusivo no festival, foi pensado para “despertar no público a corda sensível, ou seja, as emoções”, disse à Agência Lusa a curadora do Ilustra, Mafalda Milhões.

Festival FOLIO 2016
Festival Literário de Óbidos 2016

Um objetivo que se foi cumprindo em crescendo ao longo da performance em que Fernando Santos interpretou ao piano músicas de sua autoria e que culminou com muitos dos presentes em lágrimas, quando no final se juntou ao trio Coral Publia Hortênsia, cantando “Abre todas as portas ao vento”, com letra e música do mesmo pianista.

A performance, que parte do conceito de que “cor e som são ambos tipos de vibração”, pretendia ainda homenagear “a utopia de Thomas More e a obra de Jutta Bauer”, cuja obra, acrescentou Mafalda Milhões, “trabalha muito as emoções”.

Festival FOLIO 2016
Festival Literário de Óbidos

Jutta Bauer, a ilustradora alemã vencedora do Prémio Hans Christian (2010), considerado o Nobel da Literatura Infantil, é este ano a convidada especial da PIM, mostra de ilustração que reúne 22 ilustradores de vários países do mundo.

A autora, uma das mais traduzidas premiadas, cuja obra revolucionou a literatura para a infância, conversou esta tarde com o público do Folio, num encontro em que explicou o processo criativo que resultou numa das suas mais conhecidas obras, “A rainha das cores”.

“Para mim é verdadeiramente um milagre que esta pequena obra tenha feito um percurso que nunca imaginei com traduções em países como a China ou os Estados Unidos”, afirmou a autora lembrando que este último foi o país onde “foi mais censurado”, com a personagem de banda desenhada a ser considerada “muito despida”.

Em Portugal o livro tem a chancela da editora Bichinho do Conto e está à venda na Galeria do Pelourinho, em Óbidos, onde a autora promoveu hoje uma sessão de autógrafos, durante a qual, a par com a assinatura, desenhou uma pequena ilustração em cada livro.

Organizado em cinco capítulos: Folia, Folio Autores, Folio Educa, Folio Ilustra e Folio Paralelo, o programa do Folio conta com cerca de 250 eventos, entre mesas de autor com escritores de todo o mundo, exposições aulas, conversas, palestras, concertos, instalações, leituras, performances e remédios literários.

FOLIO 2016
Festival Literário de Óbidos 2016

O festival, que decorre até ao dia 2 de outubro, celebra os 500 anos da ‘Utopia’ de Thomas More, o Ano Internacional do Entendimento Global, o centenário do nascimento de Vergílio Ferreira, os 500 anos da morte do pintor Hieronymus Bosch e os 400 da morte dos clássicos William Shakespeare e Miguel de Cervantes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.