Na conta de Instagram de Bansky foi publicada uma foto do momento da destruição da obra, com a legenda “Going, going, gone” [A ir, a ir, foi-se]:

“Girl With Balloon” [Rapariga Com Balão] é uma das imagens mais conhecidas do artista e estava a ser leiloada na Sotheby’s, uma das principais casas de leilões, em Londres.

Sendo a última peça a ir a leilão na noite de ontem, a obra foi arrematada por cerca de 1,2 milhões de euros.

Momentos depois de assinalada a venda, a obra passou por uma destruidora de papel, que a desfez em tiras. O mecanismo estava escondido na base da moldura onde se encontrava a imagem.

Em poucos segundos, a obra começou a passar pela destruidora de papel, aparecendo já em tiras pela parte inferior da moldura.

Datada de 2006, a imagem, que mostra uma rapariga a tentar alcançar um balão em forma de coração, era uma versão em tela de um desenho que surgiu a primeira vez como grafite numa rua no leste de Londres e que, em 2017, foi eleita a obra favorita da nação.

Ao Financial Times, os responsáveis da casa de leilões disseram que já entraram em contacto com o comprador da obra e que estão “a discutir os próximos passos”.

Acredita-se que a partida tenha sido preparada pelo próprio artista. O diretor da Sotheby’s afirmou, depois do insólito: “Fomos ‘Banskyados’”, numa alusão ao estilo misterioso do artista.

Banksy é um artista de rua, cuja identidade real é desconhecida, embora a maioria dos media refira que se trata de um artista britânico, originário de Bristol. Através da arte de rua, Banksy denuncia o consumismo, o terrorismo, o problema dos refugiados, a pobreza.

Os trabalhos satíricos do artista - ratos, polícias a beijarem-se, polícias de choque com caras de 'smileys' amarelos - apareceram inicialmente em paredes de Bristol, antes de se espalharem por Londres e, depois, pelo resto do mundo.

[Notícia atualizada às 14h12]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.