A “rave”, no âmbito do OperaFest a decorrer em Lisboa desde 21 de agosto, conta com “‘happenings’ operáticos, misturas líricas empolgantes, homenagens a Klaus Nomi e Nina Hagen, com músicos, cantores e compositores que incluem Afonso de Portugal (compositor), Royal Bermuda (luso-tropicalismo), Iguana Garcia (eletro-pop), Liebe (acid house, techno), os cantores líricos Catarina Molder (soprano), Manuel Brás da Costa (contratenor) e Rui Baeta (barítono), e o pianista Pedro Vieira de Almeida”.

O Festival tem programação prevista até 11 deste mês, nomeadamente conferências e a exibição de filmes realizados a partir de óperas.

Na segunda-feira, às 18:00, nas carpintarias de São Lázaro, o musicólogo Rui Vieira Nery fala sobre “Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos”, e, na próxima quarta-feira, pela mesma hora, no mesmo local, a filósofa Maria Filomena Molder apresenta a conferência “Jogos de Vida”.

Na área do cinema, nas carpintarias, será exibido, de 07 a 11 deste mês, pelas 21:30, “Tosca”, filme de Gianfranco di Bosio, baseado na ópera homónima de Giacomo Puccini, e, de 08 a 10, no mesmo horário, “Cavalleria Rusticana”, de Mascagni, um filme de Franco Zeffirelli.

Na próxima quarta-feira, à mesma hora, será projetado o filme de Ernst Wild, sobre “Fidélio”, de Beethoven, de quem se celebram este ano os 250 anos do nascimento.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.