A regata dos moliceiros é o evento central do Ria de Aveiro Weekend, que está de volta para a quinta edição. Quem o diz é José Ribau Esteves, presidente do Conselho Intermunicipal da CIRA. Mas além dessa regata, o RAW integra uma agenda de eventos intermunicipal, que arranca na Murtosa esta sexta-feira, às 18 horas, com o programa “Ao Sabor da Ria” e que inclui visitas guiadas e degustação no COMUR - Museu Municipal. Mas os eventos são vários e prolongam-se até domingo.

Mas se a dezena e meia de moliceiros que vão sair à ria neste sábado são o ponto alto do RAW, muitos eventos marcam a região nestes três dias.

“Artista principal”

Para José Ribau Esteves, a grande regata de sábado é o evento em torno do qual rodam todas as outras iniciativas programadas. O moliceiro é o protagonista da festa, explicando que o moliceiro tradicional "é um barco cuja locomoção é feita por uma vara ou por uma vela, e não exatamente aquele moliceiro a que estamos mais habituados, que andam pelos canais urbanos de Aveiro a passear turistas, que andam a motor”, disse ao SAPO24.

Para o presidente da CIRA, há no evento "uma centralidade naquilo que é a cultura, a gastronomia e o ambiente da Ria da Aveiro, tendo o moliceiro como artista principal”. Para além do apoio na organização da regata, a CIRA dá também um apoio financeiro aos moliceiros, com o objetivo de ajudar à sua conservação.

A regata terá ainda programa próprio de animação, nos pontos de partida e de chegada, com atividades musicais e educativas. O objetivo, diz a organização em comunicado, é convidar o público “a viver esta icónica tradição”.

A regata arranca da praia da Torreira, na Murtosa, às 14:30. A chegada a Aveiro e a entrada no cais da Fonte Nova, está prevista para duas horas depois, por volta das 16:30, “onde decorrerá uma parada de embarcações acompanhada de música ao vivo e outras performances artísticas”.

Para além da Grande Regata dos Moliceiros, a cidade de Aveiro recebe no sábado o concerto comemorativo do 37.º aniversário do Coral Polifónico, no Grande Auditório do Centro de Congressos de Aveiro, e o Encontro Internacional de Literatura, Ilustração e Edição para a Infância, no Museu de Aveiro.

Já no domingo, a partir das 10 horas, decorre o evento ao Sabor da Ria, dedicado ao Sal e Salicórnia com visita guiada com degustação à Salina Cale de Oiro, e o concurso de pintura de painéis dos moliceiros. Até às 13 horas, haverá atividades para todos os públicos, com jogos, pinturas de painéis e oficinas, no Cais da Fonte Nova, segundo a organização.

“Subimos alguns níveis no patamar de qualidade”

A esta Grande Regata juntam-se vários eventos espalhados pelos municípios da Ria de Aveiro. "Este ano quisemos enquadrar a regata num trabalho de teatralização à volta das temáticas da ria e das temáticas do moliceiro", explica Ribau Esteves.

O líder da CIRA afirma que 2019 vai ter "uma edição diferente" de um conjunto de iniciativas criado para preservar a tradição da Grande Regata dos Moliceiros, "na lógica do apoio aos proprietários dos moliceiros, para terem a disponibilidade de manter as suas vivas, ativas e cumprindo em absoluto a tradição".

"Contratámos uma empresa inglesa, a 'Walk the Plank', que andou a trabalhar durante três meses, a realizar 'workshops' com os cidadãos para criar esse espetáculo que vai enquadrar o Ria de Aveiro Weekend", conta o líder da CIRA.

"O programa integra também, além das operações chave, um vasto conjunto de iniciativas que decorrem por todos os onze municípios da comunidade de Aveiro e que são ações de promoção normal das câmaras municipais, que também integramos no RAW para promovê-las e dar mais expressão", diz ainda Ribau Esteves.

Ribau Esteves salienta que a região de Aveiro "tem investido imenso nos últimos anos em promoção territorial, em marketing". O investimento dos últimos cinco anos está a resultar, tendo os municípios da CIRA "crescido muito em termos de turismo".

"Obviamente que Aveiro — município, cidade — é sempre o polo central, é o polo dinamizador e é quem mais cresce, quem tem mais hotelaria, mais atividade", reconhece o também presidente da câmara municipal de Aveiro.

Porém, destaca, "também é verdade que a região no seu todo tem uma oferta fantástica, que se soma muito bem nos seus valores", permitindo eventos como este RAW "em que estamos a despertar a atenção dos nossos turistas — e, obviamente, sempre em primeiro lugar, dos nossos cidadãos — para este somatório de onze municípios, que vivem muito juntos".

"Estamos a crescer muito e a crescer bem, tirando proveito de cada um dos municípios, sabendo que há aqui um município que tem liderança a este nível, que é Aveiro, mas isso, obviamente, é gerido com toda a simplicidade e naturalidade, procurando que as dinâmicas positivas cheguem aos quatro cantos do território", afirma o social-democrata que lidera a câmara aveirense desde 2013.

"Com esta edição de 2019, damos um pulo, subimos alguns níveis no patamar de qualidade, na dimensão do evento, precisamente para o tornarmos mais forte e mais atrativo", destaca o líder da CIRA.

"Estamos felizes com o que fizemos, mas temos aqui uma grande aposta com esta edição de 2019 e as duas próximas, de 2020 e 2021", diz Ribau Esteves.

O Ria de Aveiro Weekend é uma iniciativa financiada com fundos comunitários. O programa e o financiamento para as duas próximas edições já está garantido, revelou Ribau Esteves ao SAPO24.

Para lá de Aveiro

O programa deste fim semana inclui eventos um pouco por toda a região. Em Águeda o destaque vai para o início do festival AgitÁgueda, com “Silent Party”, às 22 horas, no dia 5, para “Encontro Homens Estátua”, “Live Bodypainting” e Gipsy Kings, no sábado, e “Luís Represas e a Orquestra Filarmónica 12 de Abril”, no domingo, às 21:30.

Por sua vez, Albergaria-a-Velha convida a visitar a Exposição de Desenho e Pintura Retrospectiva de Paulo Tanoeiro, na Biblioteca Municipal, sexta e sábado, enquanto Anadia propõe, para sexta-feira, o ritmo de “Às Sextas na Praça” e convida a assistir às Marchas dos Santos Populares.

Estarreja acolhe o Festival Internacional de Músicas do Mundo e em Ílhavo celebram-se as Festas da Vista Alegre, em honra de Nossa Senhora da Penha de França, onde acontecem oficinas, visitas e concertos a partir das 10 horas, no Complexo do Bairro Vista Alegre.

Sean Riley & The Slow Riders e Tiago Bettencourt são os artistas convidados para os concertos de sexta e sábado à noite, respetivamente.

Esta sexta-feira, a partir das 22 horas, o pai do Rock Português, Rui Veloso, estará em Oliveira do Bairro, no âmbito da ExpoBairrada, seguindo-se, no sábado, a fadista Ana Moura e, no domingo, Quinta do Bill com União Filarmónica o Troviscal.

A gastronomia e a música invadem as noites do fim-de-semana do município de Ovar, que propõe o “Arraial da Barrinha”, com atuações de Áurea, esta sexta, Marta Ren, no sábado, e You Can’t Win Charlie Brown neste domingo.

Em Sever do Vouga, o Centro das Artes e do Espetáculo acolhe, no sábado, o FESTIM - Festival Internacional de Músicas do Mundo.

Já Vagos aposta na gastronomia com o “Vagos Sensation Gourmet”, um evento que contará durante três dias com a presença de chefs nacionais e internacionais, showcookings e degustações das melhores e mais saborosas iguarias da Região de Aveiro. O evento decorre entre as 16:30 e as 22 horas, na Praia da Vagueira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.