"Esta agenda Cultura Vibra apresenta, como é habitual, um conjunto de propostas que ilustram a nossa vontade de afirmar a qualidade de vida dos albicastrenses também ao nível do acesso à Cultura. Exposições como a de Júlio Resende, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior e de Valter Vinagre, na Casa Amarela-Galeria Municipal são um claro sinal disso mesmo", explicou o presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia.

A Cultura Vibra inclui ainda, para o primeiro trimestre de 2019, um conjunto de outras atividades, das quais se destacam a exposição de pintura de Júlio Resende que está patente ao público até ao dia 17 de março, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior.

"Entramos no décimo ano de agenda cultural ininterrupta, o que diz muito do investimento da autarquia na área da cultura. São milhares de iniciativas, nas diversas áreas artísticas, envolvendo os equipamentos culturais do município na cidade e nas freguesias. Para além do investimento em programação cultural e no apoio às associações que trabalham as artes, avançámos para a criação de novos espaços na dinâmica rede de equipamentos", realça o autarca.

Carminho sobe ao palco do Cineteatro Avenida de Castelo Branco no dia 11 de janeiro, pelas 21:30, onde irá apresentar o seu novo álbum "Maria", o quinto da sua carreira e em que participou na sua produção, onde inclui várias canções de sua autoria.

Ainda no campo musical, Sara Tavares marca presença no dia 16 de fevereiro, no Cineteatro Avenida, pelas 22:00 e Luísa Sobral regressa ao palco no dia 09 de março, pelas 21:30, com “Rosa”, o quinto álbum de originais que apresentará ao vivo no Cineteatro Avenida.

Ainda em março, no dia 30, é a vez dos The Gift subirem ao palco do Cineteatro Avenida, pelas 21:30 e no dia 10 de março, às 17:00, o Cineteatro recebe o espetáculo "Recordar Eugénia Lima", onde vão marcar presença sete acordeonistas e um grupo de cordas.

No campo teatral, a Sonhos em Cena traz ao Cineteatro de Castelo Branco, no dia 19 de janeiro, às 21:30, uma revista à portuguesa intitulada "Que Grande Caldeirada", recuperando os êxitos do teatro de revista em junção com novos números, com a crítica da revista à portuguesa servida com um elenco de jovens valores, comandados por Florbela Queiroz.

Fernando Mendes vai marcar presença, em março, no Centro Cultural de Alcains, com "Insónia", onde estará a solo e encarnará na pessoa de Custódio Reis, um vendedor de vinhos e licorosos, que vive com a corda no pescoço.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.