Depois de uma edição confinada e realizada com recurso ao digital, a Comic Con Portugal volta a abrir portas e está pronta a receber todos os entusiastas da cultura pop (com ou sem cosplay). Este ano, depois de acontecer nos computadores e demais dispositivos móveis, dá um salto físico até ao Parque das Nações de 9 a 12 de dezembro. Cá no burgo, é a oitava edição.

Gostas do que estás a ler?

Então subscreve aqui a newsletter para receber a versão integral no teu email.

Todas as terças e sextas-feiras vais receber não só sugestões do que ler, ver e ouvir mas também as melhores histórias da cultura pop.

Aproveita também para seguir o Acho Que Vais Gostar Disto no Instagram (@vaisgostardisto) e no Twitter (@vaisgostardisto).

O que vai ter este evento de diferente e com que vai brindar os seus visitantes? Foi o que perguntámos e procurámos saber junto de Paulo Rocha Cardoso, CEO da Comic Con Portugal, que nos contou não só aquilo que a edição de 2021 terá de especial como aquilo que nos reserva o futuro de eventos como este.

Mas a conversa não se esgotou por aqui e contou com várias temáticas. Se por um lado tentámos perceber como é que um evento desta dimensão ajudou a tornar a cultura geek mainstream e a tornou uma forma tão influente da cultura pop, por outro tentámos perceber por que razão as primeiras comic cons eram muito focadas nos livros de BD de super-heróis e de ficção científica e hoje em dia são um local obrigatório para quase tudo (filmes, séries, livros, videojogos, blockbusters).

Porém, isto são só pontas soltas. Do eterno Jack Kirby à pujança vampiresca de "Twilight", muito mais se disse.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.