“And the Oscar goes to…” é a expressão que vamos ouvir pela madrugada adentro, de domingo para segunda, na 94.ª edição dos mais populares prémios de cinema no mundo inteiro, que vai ser transmitida na RTP (tal como aconteceu em 2021).

No palco do Dolby Theatre, em Los Angeles, “as usual”, as atrizes Amy Schumer, Regina Hall e Wanda Sykes vão ser responsáveis por conduzir a cerimónia, que este ano espera voltar a ter mais audiências (que têm vindo progressivamente a baixar). Para isso, a Academia fez mudanças como tornar a cerimónia mais curta tirando alguns prémios da emissão em direto (o que levantou algumas críticas) e criou uma hashtag para as redes sociais, que vai servir para dar um prémio ao filme mais popular e talvez atrair as gerações mais jovens.

Gostas do que estás a ler?

Então subscreve aqui a newsletter para receber a versão integral no teu email.

Todas as terças e sextas-feiras vais receber não só sugestões do que ler, ver e ouvir mas também as melhores histórias da cultura pop.

Segue o Acho Que Vais Gostar Disto no Instagram (@vaisgostardisto), no Twitter (@vaisgostardisto) e no TikTok (@vaisgostardisto).

Foi um ano estranho para o cinema. Muitos estúdios esperavam uma grande recuperação depois da travessia no deserto que foi 2020 e não foi necessariamente isso que aconteceu. A pandemia mudou os hábitos de consumo de todos nós, que ficámos mais confortáveis com o streaming e passámos a ser mais exigentes com os filmes que merecem que nos desloquemos a uma sala de cinema e nos fazem comprar pipocas.

Isto leva a que esta edição dos Óscares seja a primeira em que a maior parte dos filmes nomeados decidiu ter uma estratégia assente nas plataformas online e não no grande ecrã. Claro que na de 2021 isto já tinha acontecido, mas aí por culpa de a maior parte dos cinemas ter estado fechado durante o ano anterior e portanto não houve propriamente uma escolha.

Posto isto, a menos de uma semana da cerimónia, grande parte dos filmes estão disponíveis no streaming e permitem-nos fazer aquela maratona final nos próximos dias e lançar bitaites mais informados sobre quem é que achamos que vai vencer aquela ou outra categoria. Os que não estão, encontras numa sala de cinema perto de ti (em princípio). Foi a pensar nisto que preparámos este guia.

Os links nos filmes levam-te diretamente a eles na plataforma onde se encontram para não teres de perder tempo à procura. Por isso, podes voltar aqui sempre que precisares de escolher um para ver.

Netflix

Disney+

Prime Video

HBO Max

Apple TV+

YouTube

Cinema

  • Para as categorias principais: “Belfast”, “The Lost Daughter”, “Drive My Car” e “Licorice Pizza”

  • Melhor Filme Estrangeiro: “Parallel Mothers”, “The Worst Person In The World” e “Drive My Car”

  • Produção artística ou efeitos visuais: “Spider-Man: No Way Home”, “House of Gucci” e “No Time to Die”

Quanto às nossas apostas para os grandes vencedores da noites, podes descobrir quais são neste episódio do podcast, que gravámos quando foram anunciados os nomeados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.