Em entrevista a um jornal alemão, Frabrice Leggeri, diretor-executivo da Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia (Frontex) avançou que cerca de 180 mil migrantes chegaram à UE através da Turquia e Mediterrâneo Oriental, enquanto 170 mil entraram através da rota do Mediterrâneo Central da Líbia e do Egito.

Frabrice Leggeri afirmou que o acordo entre a União Europeia e a Turquia reduziu o número de migrantes provenientes do Oriente, mas a migração do norte de África subiu 30 por cento.

A Organização Internacional das Migrações informou na sexta-feira que 4.812 pessoas morreram no Mediterrâneo este ano, mais 1.200 do que no ano passado, entre janeiro e o final de novembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.