“A minha irmã Kelly, que já tinha Lúpus, tem agora covid-19. Este é o seu quarto no hospital. Um de vocês que não usam máscara fez isto”, escreveu a atriz Sharon Stone na sua conta de Instagram no passado domingo,

Lúpus é uma doença autoimune sem cura que causa inflamações e inchaços no corpo e que, por afetar o sistema imunitário do portador, está na lista de enfermidades potencialmente fatais se conjugada com a infeção por Covid-19.

“Ela não tem um sistema imunitário. O único sítio para onde saiu foi à farmácia. Não se fazem testes no condado dela a não ser que se apresente sintomas, e mesmo aí é preciso esperar cinco dias pelos resultados”, continua a publicação da atriz. “Conseguem encarar este quarto sozinhos?”, rematou Stone.

Na publicação é possível ver um quarto totalmente equipado para lidar com casos de Covid-19 e pessoal médico vestido com equipamentos de proteção individual

Stone, que tem vindo a fazer vários apelos nos últimos meses para que as pessoas usem máscaras, volta a fazê-lo na publicação: “usem uma máscara! Por vocês e pelos outros. Por favor”.

Mais tarde, a atriz voltou a fazer novas publicações no Instagram, primeiro para informar que o seu cunhado também estava infetado e sob perigo de vida, especialmente tendo em conta que no condado onde vivem, no estado de Montana, não são feitos testes a pessoas sintomáticas. Em segundo lugar, Stone denunciou também que a sua mãe, que já teve dois ataques cardíacos, não pode fazer o despiste por essa mesma razão, e que a sua avó e a sua madrinha morreram devido à Covid-19.

Stone aproveitou também para apontar o dedo às autoridades de saúde, denunciado que os enfermeiros a tratar da sua família não podem ser testados à Covid-19 por não existem testes para profissionais de saúde no estado, e às autoridades locais, que não têm respondido aos seus apelos.

A atriz termina o seu vídeo sugerindo que a responsabilidade pelas dificuldades no combate contra a Covid-19 recaem sobre o Governo de Donald Trump, apelando ao voto nas eleições presidenciais norte-americanas em novembro. Stone explicita o seu apoio aos candidatos democratas, Joe Biden e Kamala Harris, pedindo aos seus seguidores para não votarem “num assassino”, numa alusão a Trump.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.