De acordo com a Brisa, concessionária da autoestrada, hoje terão início os trabalhos de prolongamento da via de aceleração do ramo de acesso da A5, no sentido Cascais-Lisboa, “criando assim uma quarta via, até perto da área de serviço de Oeiras”.

Esta primeira fase deverá estar concluída até 18 de julho. Durante estes meses será feito um desvio temporário das três vias existentes no sentido Cascais-Lisboa, que se vão manter permanentemente em serviço, com sinalização da nova configuração.

A empresa não adiantou ainda quando terá início a segunda fase dos trabalhos, no sentido Lisboa-Cascais, para reformulação da barreira de portagem do nó de Oeiras, que serve a saída para Cacém e Porto Salvo, com o objetivo de melhorar os acessos aos centros empresariais do concelho de Oeiras, mas acrescentou que os trabalhos decorrerão “principalmente no período noturno ou, em alternativa, aos fins de semana”.

Esta segunda fase da empreitada irá permitir “criar vias específicas”, incluindo uma de Via Verde, para o Taguspark.

No conjunto, as obras de renovação vão demorar oito meses e representam um investimento de dois milhões de euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.